Blog - BBMNET LICITAÇÕES
Atendimento
De Segunda a Sexta das 08:00 às 18:00 (horário de Brasília)
Exceto Feriados Nacionais
(11) 3113-1900
(11) 99837-6032

Prefeitura paulista realiza seis cotações eletrônicas pelo BBMNET

No último mês, a prefeitura de Itapevi, Região Metropolitana de São Paulo, realizou um total de seis cotações eletrônicas utilizando a plataforma on-line do...
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
22/02/2019

Prefeitura paulista realiza seis cotações eletrônicas pelo BBMNET

No último mês, a prefeitura de Itapevi, Região Metropolitana de São Paulo, realizou um total de seis cotações eletrônicas utilizando a plataforma on-line do...
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
22/02/2019

No último mês, a prefeitura de Itapevi, Região Metropolitana de São Paulo, realizou um total de seis cotações eletrônicas utilizando a plataforma on-line do BBMNET Licitações. Todas elas, resultaram em alto grau de satisfação por parte do órgão público, do pregoeiro e dos fornecedores. Uma das razões, é que a plataforma da Bolsa Brasileira de Mercadorias oferece suporte completo ao usuário.

 

No BBMNET Licitações, as chamadas “compras de dispensa”, realizadas por órgãos públicos por meio do sistema de cotações eletrônicas, agilizam e simplificam as aquisições de valores menores e obedecem ao decreto nº 9412 publicado do Diário Oficial da União no dia 18 de junho de 2018. O decreto atualiza os valores estabelecidos art.23, incisos I e II do caput da Lei nº 8.666/93.

 

Com as alterações, a dispensa de licitação passa para:

I – para obras e serviços de engenharia: R$ 33.000,00 (trinta e três mil reais)

II – para compras e serviços: R$ 17.600,00 (dezessete mil e seiscentos reais)

 

Além de ter valores mais baixos, o sistema de cotação eletrônica, por realizar aquisições na modalidade de dispensa, se difere em vários pontos do tradicional pregão eletrônico porque flexibiliza os prazos e não exige uma fase de apresentação de propostas antes do período de lances de fornecedores. Com isso, elimina-se a burocracia da habilitação dos participantes, dispensando-se a primeira e a última etapa de um pregão normal, o que torna o processo bem mais simples e rápido.

 

Esse tipo de sistema promove melhor gestão dos gastos públicos, impessoalidade nas contratações, agilidade e melhor controle nos procedimentos, vantagens que incentivam a participação de mais fornecedores e promovem total transparência nas aquisições.

 

A contratação por dispensa, conhecida como “cotação eletrônica” no BBMNET, está disponível para todos os órgãos usuários da plataforma, considerada uma das plataformas de pregão eletrônico mais antigas do país. Nela, o comprador define a data e o horário da disputa e a facilidade de interação com os fornecedores é garantida por uma sala de negociação on-line com chat de conversação, onde tudo fica registrado em ata.  

 

Já coleta eletrônica de preços é feita por meio de lances em pregão reverso e o participante tem a possibilidade de ofertar lances sucessivos e decrescentes até o momento do encerramento. O fechamento das negociações se dá por prorrogação automática, ao invés do prejudicial fechamento randômico. Se um participante oferecer um lance nos cinco minutos finais, por exemplo, o sistema prorroga automaticamente o certame por mais cinco minutos e, assim, sucessivamente.

 

Para o diretor geral da Bolsa, Cesar Costa, um dos pontos mais importantes é que o sistema de disputa de lances gera economia para o órgão licitante por proporcionar mais competitividade aos procedimentos. “Isso eleva a possibilidade de contratação a preços mais justos, mesmo numa modalidade de compra onde não se exige uma licitação no modelo tradicional, garantindo uma tranquilidade adicional ao comprador público”, resume.

Últimos Posts