Blog - BBMNET LICITAÇÕES
Atendimento
De Segunda a Sexta das 08:00 às 18:00 (horário de Brasília)
Exceto Feriados Nacionais
(11) 3113-1900
(11) 99837-6032

Prefeitura abre edital para armar Guarda Municipal

O recebimento das propostas vai até o dia 13 de janeiro
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
06/01/2020

Prefeitura abre edital para armar Guarda Municipal

O recebimento das propostas vai até o dia 13 de janeiro
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
06/01/2020

A prefeitura de Tatuí, interior de São Paulo, abriu um edital para adquirir munições, coletes e pistolas semiautomáticas para a Guarda Civil do município, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana da cidade. A compra será realizada por meio de pregão eletrônico no sistema BBMNET Licitações, com critério de julgamento de menor preço por lote.

 

O recebimento das propostas vai até o dia 13 de janeiro, mesmo dia em que ocorre a abertura de propostas e o início da etapa de lances. Estima-se que o valor global da licitação seja de R$ 763.887,34. A disputa por meio de pregão deve gerar economia ao município.

 

Podem participar da licitação, empresas devidamente cadastradas no sistema da Bolsa e que apresentem toda a documentação exigida para o respectivo cadastramento junto à Bolsa Brasileira de Mercadorias. É vedada a participação de empresas no formato de consórcios ou grupos de empresas.

 

Acesse o edital 0035/2019

 

Em outro edital, a Secretaria demonstra interesse em adquirir 10 motos e uma caminhonete também com para uso da segurança pública e mobilidade urbana. O início da etapa de lances ocorre no dia 16 de janeiro.

 

Acesse o edital 0036/2019

 

 

Novidades nas aquisições de armamento por Estados e União  

 

Um projeto de Lei 5446/19, que tramita na Câmara dos Deputados estabelece que as compras de armamentos por parte dos governos federal e estaduais sejam feitas, preferencialmente, por meio de compra nacional. Desta forma, um órgão federal coordenará a licitação quando se tratar de armamentos federais e estaduais previamente indicados pelas gestões.

 

A proposta, do deputado José Medeiros (Pode-MT), acrescenta as medidas à Lei de Licitações e Contratos.

Últimos Posts