Blog - BBMNET LICITAÇÕES
Atendimento
De Segunda a Sexta das 08:00 às 18:00 (horário de Brasília)
Exceto Feriados Nacionais
(11) 3113-1900
(11) 99837-6032

Empresas verdes podem passar a ter vantagem em licitações

Um projeto com esse objetivo está em análise da Comissão de Constituição e Justiça
Por Rádio Senado
04/01/2022

Empresas verdes podem passar a ter vantagem em licitações

Um projeto com esse objetivo está em análise da Comissão de Constituição e Justiça
Por Rádio Senado
04/01/2022

O projeto concede preferência em licitações públicas a empresas com certificação verde concedida pelo poder público ou por órgão credenciado no Sistema Brasileiro de Certificação. A proposta ainda cria o selo “Empresa Parceira do Meio Ambiente”, que também dará preferência em contratações públicas. Para receber o selo, a empresa deverá adotar práticas como manutenção de áreas protegidas; reflorestamento e recuperação de áreas degradadas; conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos; reutilização e reciclagem de resíduos sólidos; bem como usar energia renovável em seus processos; reduzir o consumo de água, de energia e a emissão de gases de efeito estufa; e desenvolver suas atividades de forma sustentável.

 

A certificação terá validade de dois anos e será renovada se a empresa mantiver as práticas ambientais. Caso contrário, será revogada a qualquer momento. Ao relatar a proposta na Comissão de Meio Ambiente, o senador Jayme Campos, do Democratas mato-grossense, ressaltou que as contratações do governo podem chegar a 15% do Produto Interno Bruto. Para ele, a certificação verde vai incentivar o cuidado com o meio ambiente.

 

A certificação ambiental é uma garantia para o consumidor ao atestar que produtos, serviços ou empresas possuem diferencial em relação ao impacto que têm sobre o meio ambiente. Os selos verdes constituem uma nova resposta às pressões impostas sobre os recursos naturais e à percepção de exaustão desses recursos frente a níveis de consumo excessivos e de padrões de produção insustentáveis.Os selos verdes utilizam-se de instrumentos de mercado para incentivar práticas produtivas sustentáveis e induzir escolhas ambientalmente corretas por parte dos consumidores.

 

De autoria do senador licenciado Confúcio Moura, do MDB de Rondônia, o projeto foi aprovado na Comissão de Meio Ambiente e seguiu para a Comissão de Constituição e Justiça. 

Últimos Posts