Blog - BBMNET LICITAÇÕES
Atendimento
De Segunda a Sexta das 08:00 às 18:00 (horário de Brasília)
Exceto Feriados Nacionais
(11) 3113-1900
(11) 99837-6032

Destaque

JAN. 05, 2017

Bolsa Brasileira de Mercadorias faz parceria com Observatório Social do Brasil

A Bolsa Brasileira de Mercadorias tem uma plataforma de pregão eletrônico especialmente destinada para órgãos públicos. A parceria foi fechada com o Observatório Social do Brasil, OSB, onde as prefeituras interessadas em utilizar uma ferramenta segura e transparente devem procurar o Observatório Social da sua região.
 
Para o diretor geral da Bolsa Brasileira de Mercadorias, Cesar Costa, a ferramenta dará mais visibilidade e controle aos pregões públicos, o que trará economia para as prefeituras. Usando a plataforma de pregão eletrônico da Bolsa Brasileira de Mercadorias, as prefeituras conseguem economizar muito em suas compras. “Uma prefeitura que utilizar esse sistema com todo esse aparato de informações, deve ganhar em transparência, economia e rapidez, com processos justos e dentro da lei”.
 
Já com as ferramentas de inteligência criadas pela empresa Mercado Público, as prefeituras também poderão identificar quem são os vendedores, as micro e pequenas empresas, os sócios das empresas e os preços praticados no mercado para realizarem os seus pregões públicos com mais segurança e informações. A parceira da Bolsa com a empresa Mercado Público permite órgãos públicos que aderem a plataforma de pregão terem acesso a uma gama enorme de informações que auxiliam as comissões de licitações na montagem dos termos de referência, que é a peça fundamental para a elaboração de um bom edital.
 
A parceria foi celebrada durante o Congresso Empresarial Paranaense realizada em Foz do Iguaçu em dezembro passado. De acordo com o presidente do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas, as prefeituras, muitas vezes, têm dificuldades até em orçar produtos, sem saber se o preço repassado por algumas empresas condiz com o praticado pelo mercado. “Com a ferramenta, o município poderá, inclusive, ter acesso a informações dos valores atuais de mercado para cada produto ou serviço. Uma cooperação que irá atender a uma demanda das prefeituras que estava reprimida, facilitar o trabalho nos processos e inibir possíveis desvios”, afirmou o presidente.

Também participaram do evento o presidente da Faciap, Guido Bresolin Junior, o vice-presidente da Faciap, Eduardo Araújo, o presidente do Sicoob, Jefferson Nogaroli, e o empresário Carlos Wizard.

Para saber mais sobre o Observatório Social do Brasil, acesse aqui
Para saber mais sobre a Mercado Publico, acesse aqui.

Últimos Posts

15 Anos